Prefeitura de Ivaiporã e Pavlova Ballet levam dança, artesanato e saúde à Praça Manoel Teodoro da Rocha

No sábado, dia 12 de maio, dezenas de crianças, jovens e adultos se concentraram na Praça Manoel Teodoro da Rocha, onde a Prefeitura de Ivaiporã, por meio do Departamento Municipal de Cultura, e o Centro de Danças Pavlova Ballet apresentaram o projeto Arte na Praça, que incluiu ballet clássico, jazz dance, dança do ventre, dança moderna e street dance.

Além disso, o Departamento Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Agronegócio disponibilizou barracas para que os artesãos de Ivaiporã, que são cadastrados na Casa do Artesão, expusessem trabalhos manuais, enquanto o Departamento Municipal de Saúde montou um ponto de vacinação dando continuidade a 20ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza.

A diretora do Departamento Municipal de Cultura, Amanda Amaral, agradeceu à proprietária do Centro de Danças Pavlova Ballet, Olívia Hauptmann, pela parceria e aos alunos pela apresentação dos estilos de dança, que contagiou o público. “É a primeira vez que apresentamos o projeto Arte na Praça, na gestão Miguel Amaral, e esperamos estabelecer parceria com outras instituições para mostrar as potencialidades culturais que existem em Ivaiporã”, antecipou Amanda Amaral.

O Departamento Municipal de Cultura também disponibilizou um espaço para as crianças pintar e exercitar a própria criatividade. “As crianças aproveitaram para pintar desenhos e oferecer às mães em virtude do Dia das Mães, celebrado no domingo, dia 13 de maio”, acrescentou Amanda Amaral, explicando que o projeto Arte na Praça foi criado por Olívia Hauptmann, quando exercia o cargo de diretora do Departamento Municipal de Cultura na gestão Carlos Gil.

Olívia Hauptmann disse que o projeto Arte na Praça é uma oportunidade de mostrar à população os talentos que existem no município em várias áreas.  “Foi uma ótima ideia realizar o projeto Arte na Praça na véspera do Dia das Mães. Além disso, muitas famílias aproveitaram para passear no comércio e assistir às apresentações de dança”, declarou Olívia Hauptmann.

Segundo a empresária, o Centro de Danças Pavlova Ballet tem alunos entre 2 e 60 anos, o que comprova que a dança faz bem para qualquer faixa etária. “A dança é democrática e inclusiva. Nesse sentido, o projeto Arte na Praça mostrou que o ballet clássico, jazz dance, dança do ventre, dança moderna e street dance são estilos praticados por alunos de 2 a 60 anos”, disse Olívia Hauptmann.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s