Primeira epidemia de dengue do PR é registrada em São João do Ivaí

Boletim da dengue divulgado nesta semana pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou São João do Ivaí como a a primeira cidade do Paraná em situação de epidemia por dengue. Ontem, a Secretaria Municipal de Saúde atualizou para 61 o número de casos confirmados da doença no município.

Com os novos casos, a taxa de incidência é de 0,05 por 100 mil pessoas. A classificação de epidemia equivale índices a partir de 0,03 por  100 mil. A Sesa disponibilizou para a cidade um carro ‘fumacê’ que começou a trabalhar na última sexta-feira na aplicação de inseticida.

No boletim divulgado na semana passada, eram 38 casos confirmados. Conforme a secretária de saúde do município, Adriana da Silva Ceron de Almeida, os casos começaram a ser identificados no início março, quando quatro moradores que haviam viajado para Paraguai, Hortolândia (SP), Maringá e Londrina chegaram a cidade infectados com a doença.

“A boa notícia é que depois de um mês, hoje (ontem) foi o primeiro dia que não recebemos nenhuma notificação de novos suspeitos. Mas, é preciso contribuição da população para melhorar a situação do município”, afirma.

Adriana relata que município adotou uma série de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Uma dessas ações é a pulverização com o veículo UBV pesado. “Assim buscamos eliminar o máximo de mosquitos que possam estar infectados com o vírus da dengue. Serão sete ciclos de aplicação e estamos entrando no terceiro. Mas é bom lembrar que o inseticida não faz milagre, a população precisa continuar vistoriando e eliminando os focos do vetor da doença”, enfatiza.

A Prefeitura também realiza mutirões de limpeza por toda a cidade. “Já fizemos arrastão na Vila Santa Terezinha, hoje (ontem) fizemos centro. As agentes comunitárias e de endemias vão à frente orientando e auxiliando as famílias na limpeza total das casas. À tarde, o caminhão de lixo passa recolhendo o material descartado”, destaca Adriana.

Outra medida da administração municipal é a intensificação das fiscalizações nos lotes vazios. “O proprietário que for notificado e que não realizar a limpeza pode receber multa e ter nome encaminhado ao Ministério Público para que seja aberto processo criminal”, enfatiza a secretária. P

ara a secretária, a epidemia por dengue na cidade é uma fatalidade. “Assim como nós, o pessoal do Estado não consegue entender esses casos positivos em São João do Ivaí. Em relação a outros municípios, o nosso está limpo. Temos índice de infestação do mosquito da dengue bem menor que outras cidades, mas mesmo assim desencadeou nesse numero de pessoas com a doença. Uma fatalidade, mas estamos aqui para enfrentar esse problema” completa Adriana. O último levantamento apontou índice de infestação de 1,7%.

Por Ivan Maldonado, TNOnline

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s