Turismo e fruticultura são apostas para o Vale do Ivaí

Diagnóstico e mapeamento apresentados por órgãos de governo apontam potencialidades viáveis para investimentos na região (Foto: Edson Denobi)

O plano de desenvolvimento do Vale do Ivaí apresentado ontem por técnicos do Paraná Projetos e da Agência Paraná de Desenvolvimento indica que as principais potencialidades a serem exploradas são o turismo de aventura, turismo religioso e a fruticultura. O diagnóstico e mapeamento de toda a região – em três cenários – foram mostrados a prefeitos, secretários municipais, dirigentes de associações comerciais e industriais, representantes de universidades e de segmentos organizados da sociedade regional.

O prefeito de Apucarana e presidente da Associação dos Municípios do vale do Ivaí (Amuvi), Beto Preto, disse na abertura que se trata de um evento histórico. “Com a aplicação deste plano, o Vale do Ivaí pode estar começando a mudar a sua história, focando nas suas potencialidades para atrair investimentos, gerar mais empregos e renda”, assinalou Beto Preto, acrescentando que a governadora Cida Borguetti já sinalizou que irá apoiar o projeto de desenvolvimento da região.

Marta Yoshie Takahashi, bacharel em Turismo do Paraná Projetos, apresentou o mapeamento do potencial turístico dos vinte e oito municípios da região. “A região tem muitos atrativos para o turismo de aventura, com roteiro de cachoeiras, trilhas e caminhadas rurais, além de pousadas”, relatou.

Ela disse que, da mesma forma, o turismo religioso também dispõe de santuários e roteiros já explorados, principalmente em Lunardelli e Apucarana. “Até o final de 2018, vamos construir juntos um roteiro de integração regional, focando inicialmente em algumas prioridades, como o turismo de aventura, turismo religioso e ainda a fruticultura que, a exemplo do que existe em São Paulo, também pode dispor aqui no Vale do Ivaí de um circuito das frutas, já que quatorze cidades da região já ingressaram neste ramo”, anunciou Marta Takahashi.

Jean Alberini, gerente de desenvolvimento econômico e empresarial da Agência Paraná de Desenvolvimento, anunciou que com o diagnóstico apresentado, os órgãos técnicos podem contribuir na atração de novos negócios, com fomento e facilitação para empreendimentos. “Vamos fomentar as vocações regionais , com os mecanismos e ferramentas dos quais dispomos, priorizando a estruturação de pequenos negócios, que têm efeito mais positivo”, comentou, reconhecendo que a região não deve esperar por grandes empresas, dentro do cenário complexo da economia nacional.

O superintendente do Paraná Projetos, Cylleneo Pessoa Pereira Junior, anunciou aos prefeitos da região presentes no evento, que a governadora Cida Biorguetti está disposta a viabilizar o projeto de desenvolvimento do Vale do Ivaí. “A representatividade desta reunião, com a presença de lideranças empresariais, dirigentes de da Unespar, UTFPR, UFPR, FAP e IFPR deixa evidenciado o interesse pelo projeto”, enalteceu Cylleneo, destacando ainda o papel da Amuvi, sob a liderança do prefeito Beto Preto, pela luta em favor deste plano de desenvolvimento.

Diretor da UTFPR defende a vertente da tecnologia

Também presente na “Oficina Regional para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ivaí”, o diretor do Campus Apucarana da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Marcelo Ferreira da Silva, defendeu uma outra vertente neste processo. “Apucarana, como pólo natural do Vale do Ivaí e fixada em meio ao eixo Londrina-Maringá, pode trabalhar para consolidar um pólo de tecnologia da informação e a comunicação”, argumentou o diretor da UTFPR.

Ele lembrou que a Unespar oferece o curso de Ciência da Computação, a UTFPR está prestes a abrir seu novo curso de Engenharia da Computação, e FAP está ofertando o curso de Sistema da Informação; além do Instituto Federal do Paraná (IFPR), de Ivaiporã, que também irá dispor em breve do curso de Sistema de Informação. “Com a qualificação de mão de obra na região, podemos nos credenciar a atrair empreendimentos nesta área”, assinala Marcelo Ferreira, lembrando que há três meses Londrina recebeu um grande empreendimento da maior multinacional de tecnologia.

Por REDAÇÃO, TNOnline

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s